quinta-feira, 20 de abril de 2017

BR-235/PI: Polícia Militar realiza ‘Operação Tiradentes’ na via Gilbués/Santa Filomena

OPERAÇÃO TIRADENTES: Corporação da Policia Militar em Santa Filomena realiza ações na BR-235/PI


Começou às 14h00 desta quinta-feira (20) a “Operação Tiradentes", realizada pela Polícia Militar do Piauí (PMPI) nas rodovias federais que cortam o Piauí. 

A ação, que vai ocorrer até às 14h desta sexta-feira (21), feriado de Tiradentes, tem como objetivo concentrar os esforços na prevenção criminal, orientar a população e inibir e coibir a ação de organizações criminosas.

 


PMs da 3ª CIA fiscalizam motocicletas, com foco nas infrações que potencializam a ocorrência de acidentes

Serão priorizadas ações preventivas para a redução da violência nas rodovias federais, como atividades direcionadas ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e de dispositivos de retenção para crianças e às ultrapassagens indevidas.


A PMPI também fará fiscalizações de motocicletas, com foco nas infrações que potencializam a ocorrência de acidentes como uso e regularidade do capacete, equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e habilitação.

 

'Operação Tiradentes' realizando abordagens nas ruas de Santa Filomena, na noite desta quinta-feira (20)

No acesso a Santa Filomena e ao longo da BR-235/PI (estrada Gilbués/Santa Filomena) estão atuando os militares da 3ª CIA – 7º BPM (Batalhão de Polícia Militar), unidade que está em funcionamento desde setembro de 2010.

 

Por volta das 15h desta quinta-feira, parte da guarnição da 3ª CIA do 7º BPM-PMPI de Santa Filomena se encontrava na BR-235/PI (estrada Gilbués/Santa Filomena), à altura do km 120, entre as localidades Campeira e Recreio, realizando abordagens em pessoas, motocicletas e veículos.

 

3ª CIA/7º BPMPI - Quartel da Polícia Militar na cidade de Santa Filomena, inaugurado em setembro de 2010

REDUÇÃO DE MORTES - A ação da Polícia Militar, em conjunto com a PRF - Polícia Rodoviária Federal, faz parte da campanha Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU). O Brasil e demais países signatários das medidas da ONU estipularam uma meta de redução de 50% das mortes no trânsito na década 2011-2020. Os acidentes no trânsito matam 1,3 milhão de pessoas por ano.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Alemães deverão investir mais de R$ 4 bilhões no Parque Eólico de Santa Filomena

Alemães deverão investir mais de R$ 4 bilhões no Parque Eólico Serra do Livramento, em Santa Filomena



Uma empresa gaúcha iniciou dia 02 de abril de 2017 os estudos para medição dos ventos, visando a instalação de um parque eólico na Serra do Livramento, a 25 quilômetros da cidade de Santa Filomena, no extremo oeste do Piauí.

 

A torre, com 105 metros de altura, numa altitude acima de 500 metros, instalada na Fazenda N. S. Aparecida, do mato-grossense Jonas Maggi, irá produzir durante um ano (até o final de março de 2018) estudo detalhado das condições climáticas e da capacidade de produção de energia eólica.

 

Sede da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, na Serra do Livramento, do mato-grossense Jonas Maggi
Os dados são enviados para Santa Cruz do Sul (RS), sede da empresa que trabalha com a instalação de torres para levantamento de potencial eólico e solar em todo Brasil. Atua no Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Piauí, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Roraima.

Torre de estudos para medição do vento, temperatura e umidade, além de informações meteorológicas
Os estudos avaliam a velocidade/direção do vento, a temperatura, a umidade e uma série de determinações meteorológicas necessárias para nortear os investidores, que terão noção da quantidade de energia a ser produzida.

O Parque Eólico da Serra do Livramento, com 500 aerogeradores (torres), distribuídos em 3.000 hectares, será tocado por uma empresa alemã, que arrendou a propriedade de Jonas Maggi por um período de 20 anos.

Imagem de satélite mostra a área de 3 mil hectares onde será instalado o Parque Eólico de Santa Filomena
Cada uma das 500 torres terá 80 metros de comprimento, podendo alcançar 110 metros com uma das pás (ou hélices ou “blades”) na vertical. Cada pá tem 30 metros de extensão. São três pás para cada torre. Mesmo sem acesso ao termo contratual, prevê-se que o investimento alemão passará de R$ 4 bilhões, levando-se em consideração o custo de instalação de um Complexo Eólico, ao redor de US$ 1.500.000 por cada MW de capacidade instalada.

Por se tratar de um contrato mantido sob sigilo, quase não se consegue informações sobre o projeto. Mas estima-se que a capacidade do Parque Eólico Serra do Livramento seja de 750 megawatts, energia que daria para abastecer Curitiba, a capital do Paraná, com quase 2 milhões de habitantes.