EM CIMA DA HORA

Loading...

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Pavimentação da BR-235/PI já está a 12 quilômetros de Santa Filomena

Imagem: José Bonifácio/GP11(Imagem:José Bonifácio/GP1)TÁ CHEGANDO! A tão sonhada pavimentação asfáltica da estrada Gilbués/Santa Filomena está na localidade Campeira

Anunciada pelo site oficial da presidenta Dilma Rousseff, no início de 2011, a segunda etapa da rodovia BR-235/PI (estrada Gilbués/Santa Filomena) começou - oficialmente - a ser construída no dia 20 de janeiro de 2012, após a assinatura da ordem de serviços.

O ato ocorreu por volta das 12h30, com a chegada do então governador Wilson Martins (PSB) no entroncamento da BR-135 com a BR-235, entre as cidades de Gilbués e Monte Alegre do Piauí. O governador autorizou a pavimentação asfáltica da BR-235/PI, realizada com recursos resultantes do convênio nº UTI-18-00004/2007-00, entre o Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) e a Secretaria Estadual de Transportes (Setrans).


Imagem: José Bonifácio/GP11(Imagem:José Bonifácio/GP1)
2(Imagem:1)Pontes sobre os riachos Recreio e Brejo das Éguas indicam que avançam as obras da estrada Gilbués/Santa Filomena

O valor do convênio, assinado em 31 de dezembro de 2007, é de R$ 122.290.979,33 (cento e vinte e dois milhões, duzentos e noventa mil, novecentos e setenta e nove reais e trinta e três centavos), tendo o DNIT como “DELEGANTE”, responsável pela concessão e/ou repasse de recursos, e a SETRANS (Estado do Piauí) como “DELEGADO”, a quem cabe promover as desapropriações de bens atingidos pelos trabalhos objeto do supramencionado convênio, necessárias à faixa de domínio da rodovia. Porém, pelas informações que temos, embora a estrada esteja quase concluída, até o momento nenhum bem desapropriado foi indenizado.

Imagem: José Bonifácio/GP12(Imagem:José Bonifácio/GP1)Mas embora a obra esteja "quase" concluída, moradores que serão desapropriados nunca receberam as indenizações

Com extensão de 130,2 quilômetros, a estrada Gilbués/Santa Filomena deveria ser concluída em dezembro de 2014. Mas de acordo com Ramon Santos, engenheiro civil da Norconsult, empresa que acompanha, gerencia, fiscaliza e controla as obras da BR-235/PI II, o prazo acaba de ser prorrogado por mais 6 (seis) meses, indo, portanto, até junho de 2015.

Ainda segundo Ramon Santos, os motivos do alongamento do prazo se devem ao fato da obra estar chegando à zona urbana de Santa Filomena, o que demanda mais serviços e cuidados, ocorrendo, dessa maneira, uma inevitável (e aceitável) desaceleração de todas as atividades.


Imagem: José Bonifácio/GP12(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)Terraplanagem ultrapassou o Povoado Brejo das Ovelhas e está na altura do Auto Posto Pires, em frente ao Matadouro

Com relação à ponte sobre o Rio Parnaíba, nenhuma novidade. Apesar dos apelos, o IBAMA nunca expediu a Licença Ambiental. Esperamos que agora os governadores eleitos do Piauí (Wellington Dias) e do Maranhão (Flávio Dino), os quais são plenamente favoráveis à ponte ligando Santa Filomena a Alto Parnaíba, entrem no caso e recorram até à presidenta Dilma.

De qualquer forma, as obras da estrada Gilbués/Santa Filomena seguem normalmente, sem nenhum risco de ser paralisada. Como prova disso, a pavimentação asfáltica já se acha na localidade Campeira, distante apenas 12 quilômetros da cidade de Santa Filomena.

E a terraplanagem ultrapassou o Povoado Brejo das Ovelhas e está à altura do Auto Posto Pires, no entroncamento com a PI-254, em frente ao Matadouro. Ou seja; TÁ CHEGANDO!



terça-feira, 21 de outubro de 2014

Desfile marcou os 192 anos de adesão do Piauí à independência do Brasil

Imagem: José Bonifácio/GP11(Imagem:José Bonifácio/GP1)

Os 192 anos da Independência do Brasil foram comemorados pelo povo brasileiro no último dia 7 de setembro. Pouco mais de um mês depois, em 19 de Outubro de 2014, os piauienses festejaram o Dia do Piauí. Isso ocorreu porque, a 19 de outubro de 1822 foi proclamada, em Parnaíba, por Simplício Dias da Silva, João Cândido de Deus e Silva, Domingos Dias, entre outros, a independência do Piauí e D. Pedro I aclamado imperador constitucional.

Na cidade de Santa Filomena, localizada no sudoeste do território mafrense, distante 905 quilômetros de Teresina, a data foi celebrada com a realização de um grande desfile cívico, promovido pelas três escolas da rede estadual: Educandário São José, Grupo Escolar Professor Lourenço Filho e Unidade Escolar Professora Delfina Sobreira Queiroz.


2(Imagem:1)
2(Imagem:José Bonifácio/GP1)

O momento patriótico iniciou por volta das 17h30min do último Domingo (19), em frente ao Lourenço Filho, na Rua Pres. Getúlio Vargas, no cruzamento com a Rua Leônidas Melo. O desfile seguiu pela Avenida Barão de Santa Filomena e, às 18h30min, as primeiras alas chegaram na Praça Barão de Paraim, em frente à Igreja Matriz de Santa Filomena.

O professor e coordenador Saulo Pinheiro Nogueira se dirigiu aos mais de 500 alunos participantes, todos trajados de acordo com cada ala e, às centenas de pessoas que acompanhavam, declarou oficialmente o começo da marcha alusiva ao DIA DO PIAUÍ.

3(Imagem:José Bonifácio/GP1)

Entre as alas, foram destaque: Porta-Bandeiras; Piauí - Berço do Homem Americano; Indígenas no Piauí; Colonização - Ala dos Vaqueiros; Contribuição dos Africanos para o Desenvolvimento do Piauí; Batalha do Jenipapo; A Chegada da Família de José Lustosa da Cunha em Santa Filomena; Piauí na Guerra do Paraguai; Pioneiros do Agronegócio em Santa Filomena; Agronegócio na Atualidade: Tecnologia e Desenvolvimento.

No encerramento do II Desfile do Dia do Piauí em Santa Filomena, o professor Saulo Pinheiro Nogueira agradeceu a todos que se fizeram presentes, não só aos seus colegas professores, aos gestores, aos administrativos e aos alunos, mas também aos patrocinadores, imprescindíveis colaboradores que tanto ajudaram na execução do Projeto.


Professor Saulo Pinheiro Nogueira agradecendo aos colaboradores e patrocinadores


Aluna e professora Lucília Maia cantam o Hino do Piauí, acompanhadas por violonista

Os professores José Overbeck, Inácia Nogueira, Iglésia Nogueira, Raimundo Nonato, Carlos Biah e Raildson Rocha também manifestaram agradecimentos a todos os colaboradores.

"No II Desfile em Comemoração à Independência do Piauí foi contada a história de Santa Filomena de forma nunca vista no Estado", diz José Overbeck. E acrescenta: "Esse projeto surgiu em uma reunião entre professores, especialmente da idéia do professor Saulo Nogueira e até agora é talvez um dos maiores eventos de iniciativa popular em todo o estado do Piauí".

Imagens do desfile do Dia do Piauí, a maior manifestação cultural de Santa Filomena:


2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)
2(Imagem:1)

sábado, 18 de outubro de 2014

Santa Filomena acaba de ganhar a primeira Academia da Terceira Idade

Imagem: José Bonifácio/GP11(Imagem:José Bonifácio/GP1)Já está em utilização a primeira Academia da Melhor Idade de Santa Filomena, instalada próxima da Prefeitura Municipal

Já está em utilização a primeira Academia da Terceira Idade da cidade de Santa Filomena, no sudoeste do Piauí, distante 905 quilômetros de Teresina, na margem direita do Rio Parnaíba.

Posicionada nas proximidades da Prefeitura, ao lado da Avenida Barão de Santa Filomena, a academia conta com diferentes equipamentos de ginástica, destinados a alongar, fortalecer e desenvolver a musculatura, trabalhando a capacidade aeróbica das pessoas idosas.

As academias ao ar livre são ótimas opções para quem quer começar a fazer atividade física, principalmente na terceira idade. Como os equipamentos são instalados em áreas abertas, a população pode escolher qual o melhor horário para freqüentar a Academia: durante o dia ou, preferencialmente, à noite, já que há iluminação e monitoramento por câmeras de segurança.


Imagem: José Bonifácio/GP12(Imagem:José Bonifácio/GP1)O terreno, plano e perto de árvores, oferece os requisitos necessários para proporcionar boa experiência aos usuários

Com a vantagem de possuir um ambiente agradável, essas academias, incluindo a de Santa Filomena, têm aparelhos que ajudam a trabalhar a força muscular e a ativar as articulações.

Para comprar e instalar os aparelhos foram investidos mais de R$ 20 mil, recursos oriundos da própria municipalidade. E, de acordo com o prefeito Esdras Avelino Filho (PTB), em breve outras academias ao ar livre serão instaladas no município de Santa Filomena.

O local já está sendo usado e atende prioritariamente aos idosos, mas também aos jovens e aos adultos. O terreno, plano e bem perto de árvores, oferece os requisitos necessários para proporcionar uma ótima experiência aos usuários. O chão recebeu uma camada de concreto para nivelar o solo, fixar melhor os aparelhos e facilitar a realização de atividades físicas.