quarta-feira, 18 de maio de 2016

Agentes Comunitários de Saúde cobram reajuste do piso salarial

Imagem: José Bonifácio/GP11(Imagem:José Bonifácio/GP1)
Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias (ACS e ACE) de Santa Filomena aderiram à Paralisação Nacional

Os ACS/ACE de Santa Filomena, do Piauí e de todo Brasil estão mobilizados hoje, 18 de maio, quarta-feira, cobrando que seja garantido o que prevê a emenda aditiva à Medida Provisória 712, de 29 de janeiro de 2016, estabelecendo o reajuste do piso nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias (ACS/ACE) em R$ 1.232,00, passando a vigorar com efeito retroativo, a partir de 1º de março de 2016.

Com o piso nacional "congelado", os Agentes Comunitários de Saúde (ACE/ACS) se acham em uma situação extremamente delicada. Por isso, ocorre hoje a Paralisação Nacional 2016.

Imagem: José Bonifácio/GP12(Imagem:José Bonifácio/GP1)
Na manhã desta quarta-feira (18), ACS e ACE estiveram na frente da Prefeitura e da Câmara Municipal de Santa Filomena

Em Santa Filomena, cidade localizada no cerrado piauiense, distante 910 quilômetros de Teresina, os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias também aderiram - e com razão - à Paralisação Nacional 2016, na luta pelo reajuste do Piso Salarial.

No início da manhã desta quarta, os Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias estiveram na frente da Prefeitura Municipal e da Câmara de Vereadores de Santa Filomena, mostrando que estão mobilizados e que, igualmente, querem o reajuste do Piso Salarial.


Um comentário: